Cartas para ele

Eu queria poder escrever que fui demasiadamente forte, que nestes últimos 4 meses eu sofri, quase morri, me senti no buraco, porém me levantei sem você. Levantei, usei batom vermelho todos os dias, abrir a porta do escritório todos esses piores dias para você. Encontrei uma Miranda que eu já não conhecia. Ai você chega... Continuar Lendo →

Anúncios

Cartas ao poeta.

O maior medo do poeta e simplesmente o maior sonho dele. Voltamos a falar do amor... Qual seu medo, sentimento, borboletas na barriga? A dualidade sempre bem vestida. A vontade o medo. O amor a solidão. O prazer o desespero. Como amar um homem ao tal ponto de querer fugir? Talvez a gente se refugia... Continuar Lendo →

Alívio do teu toque.

Pensei a tarde toda. A cada movimento teu, Do seu toque maldito, de morder o pulso quando se está nervoso. E toda essa minha tentativa fracassada, de tentar ler tua mente, teus pensamentos aflitos, teus medos, teus traumas, tuas maiores solidões. Minha carência submissa, com toda vontade de pertencer a você, mesmo que fosse para... Continuar Lendo →

Eu palhaço.

As vezes me perguntam o motivo de sempre ver o lado bom das coisas, De sempre está rindo e fazendo piadas com minhas merdas. A verdade é que mal sabem eles quem eu sou.  Ninguém sabe realmente ao certo cada mecanismo de defesa e sobrevivência de cada ser humano.  São tantas couraças, tantas máscaras, não... Continuar Lendo →

Vem navegar na minha vida

Vem navegar na minha vida Faça de conta que meu corpo é um rio, Faça de conta que os meus olhos são a correnteza, Faça de conta que meus braços são peixes Faça de conta que você é um barco E que a natureza do barco é navegar. E então navegue, sem pensar, Sem temer... Continuar Lendo →

Frio

Está frio lá fora, e meu celular não toca. Queria você aqui, queria sua voz me perguntando como estou, se os remédios já estão fazendo efeito em meu organismo, se estou me alimentando bem. Somente o banco me liga cobrando as dívidas. Junto com a chuva fria lá fora que aos poucos carrega minha pobre... Continuar Lendo →

Poesia dos astronautas

A poesia é uma conquista, A gente fica horas ou até mesmo dias, ficamos esperando a hora certa que ela passa na gente. Na maioria das vezes é muito rápida e muito sensível, então precisamos de todo cuidado do mundo para sentir sua existência em nos. Uma dimensão peculiar. O mais hilário de tudo isso... Continuar Lendo →

Crie um website ou blog gratuito no WordPress.com.

Acima ↑

O PODER DA LEITURA

A IMPORTÂNCIA DA LEITURA EM NOSSA VIDA

blogdasiari.wordpress.com/

Compartilhando os conhecimentos vivenciados

desabafandoaqui

Blog criado para interagir os meus, os seus e os nossos sentimentos.

VÍCIO VELHO

Nº 9 • Setembro de 2019

Viagem com história

Para quem gosta de história e de viagens

§ literatura brasileira & memória cultural

literatura brasileira e outras artes

aventure-se.com

faz as malas! fugimos hoje...

Mariel Fernandes

Viver é lá fora

Alessandria today @ Web Media Network - Pier Carlo Lava

“Erano vivi e combattevano per i loro ideali, decisero di smettere di arrendersi per vivere in pace, fu così che iniziarono a morire poco alla volta”, di Pier Carlo Lava

Coisas de Cordeiro

Só Proseando

A cara do Panda

Beleza e cuidados

ÁGUA, VIDA & CIA - Fernando José de Sousa

ÁGUA E RECURSOS HÍDRICOS, SUSTENTABILIDADE E OPINIÃO

O LADO ESCURO DA LUA

Minha maneira de ver, falar, ouvir e pensar o mundo... se quiser, venha comigo...

Sem Spoilers, Por Favor

Impressões e análises sobre livros, filmes e seriados com muito spoilers.

Peregrinacultural's Weblog

Leituras diversas: jornais, livros, pinturas, filmes, imagens.

Röhrig Escritor

Venha para a minha dimensão se tiver alma.

Pupilas Dilatadas

Percepção, Catarse e Poesia

Fernando Kaskais - Filosofia Oculta - Temet Nosce

A filosofia oculta parece ter sido a matriz de todas as forças intelectuais, a chave de todas as obscuridades divinas, e a rainha absoluta da sociedade, nos tempos em que era exclusivamente reservada à educação dos padres e dos reis.

ARTECULTURA

Revista Virtual de Artes, com ênfase na pintura do século XIX

Todos os Tempos

Blog pessoal de Rodrigo Ferrão (escritor)

REBLOGADOR

compartilhamento, humanismo, expressividade, realismo, resistência...

ESTERILTIPO

Marketing de conteúdo

O poeta que há em mim.

"O poeta que há em mim, que contempla o seu mundo indiferente. "

escreversonhar

Uma escritora e leitora com muita vontade de interagir. Acredita que o conhecimento e a partilha são essenciais ao ser humano.

Codinome Summer

O afeto é revolucionário!